Os limites da humanidade: ‘somos tecnologicamente um sucesso e culturalmente um fracasso’

Os limites da humanidade: ‘somos tecnologicamente um sucesso e culturalmente um fracasso’

A frase de Edgar Morin que dá título a este artigo está no final da exposição “Os Limites da Humanidade”, em cartaz no Museu do Homem, em Paris. A provocação se instala como a perseguir pelas ruas os que voltam à vida quando deixam o espaço.
Leia mais (12/08/2021 – 14h40)

Generated by Feedzy